• Vida Motivada
  • Gratidão

    Imagem
    Imagem

    Quando eu era adolescente, ao voltar da escola para casa, gostava de passar na papelaria e de ficar lendo os dizeres dos cartões. Certa vez, um cartão me chamou muita atenção, tanto que, ao chegar em casa fui logo anotando os dizeres antes que eu me esquecesse e me recordo deles até hoje: “existem muitas formas de se expressar amor sem dizer “eu te amo”, uma delas é dizendo obrigado.” 

    Com aquele cartão (que eu não comprei) aprendi que agradecer é um ato de amor. 

    Aquela frase do cartão ficou gravada de tal forma, que até hoje tenho para mim o quanto é importante agradecer.

    Sou grata a Deus por tudo que acontece em minha vida, até àquilo que num primeiro momento não vejo como algo bom, mesmo assim agradeço. Sou grata às pessoas e procuro sempre dizer “obrigada” toda vez que alguém faz algo por mim, mesmo que seja algo simples.

    Mas o que gratidão tem a ver com administração da vida?

    Agradecer faz bem, gratidão é um sentimento bom, tanto que fiz questão de citá-la no post 100 palavras sobre Administração da Vida.

    Do que adianta administrar a vida, ter objetivos e metas, se, ao realizá-los não somos gratos? Se não agradecemos nossas realizações, não as valorizamos de fato. Se não somos gratos pelos acontecimentos das nossas vidas alguns deles podem passar despercebidos e deixamos de ver belezas das coisas simples da vida.

    O que podemos fazer de concreto para exercitarmos a gratidão?

    Houve uma fase de minha vida em que eu não enxergava motivos para agradecer e comentei isso com uma amiga. Na ocasião, ela disse que viveu algo semelhante e que passou a fazer o “caderninho da gratidão”. Criou o hábito de deixar um caderninho na cabeceira de sua cama, e, todos os dias, antes de dormir, listava coisas que aconteceram no dia completando a frase, “sou grata por…”. Ela disse ainda que havia dias em que ela também não via nada para agradecer, então buscava na mente coisas que já tinham acontecido em sua vida e, incrivelmente, sempre encontrava algum motivo para agradecer.

    Eu resolvi fazer exercício e realmente teve dias em que não via nada demais para agradecer, mas me esforçava e agradecia por algo que, naquela época eu achava banal e que hoje me enche de gratidão. Por exemplo, quando eu não via nada, nada para agradecer, eu buscava na mente que vi um beija-flor ou uma borboleta. Chegava a pensar “que bobeira agradecer por isso…” mas, com o tempo isso se tornou importante de tal forma que amo quando acontece algo parecido e sinto-me grata imediatamente. (Prova disso é só dar uma olhada no meu instagram…)

    Isso tirava o foco da situação aparentemente ruim e me fazia enxergar que vale a pena estar atento a pequenos prazeres, pequenas vitórias e pequenas belezas da vida.

    Um exemplo de pequenas vitórias, é que, quando eu tinha um dia ruim, como um dia de trabalho estressante, algum conflito, algum desgaste, enfim, eu completava a frase sou grata por ter superado o conflito ou por ter mantido a calma, ou seja, valorizando o que de bom aconteceu naquela situação ruim. Aos poucos fui aprendendo que tudo tem um lado bom.

    Às vezes estamos tão ocupados, tão atarefados que não paramos para agradecer por milagres que acontecem a todo instante. Você está vivo? Quantos morreram no dia de hoje… Tem comida na sua mesa? Quantos no mundo não tem o que comer… Estou dizendo isso para mostrar que temos muito que agradecer ao invés de reclamar.

    Hoje não faço mais o caderninho da gratidão, pois já criei o hábito de ser grata. De vez em quando, quando sinto vontade, escrevo coisas pelas quais sou grata.

    Se você quer ser mais grato, o exercício do caderno funciona! Caso você já consiga fazer mentalmente tudo bem, e creio que depois de criar o hábito fará isso espontaneamente. Mas sempre digo aqui no blog que sou do papel, e o papel lhe cobra, você vê o caderno e lembra: preciso agradecer por…

    Chame seu caderno como quiser: caderno da gratidão, caderno das vitórias, fica ao seu critério. É legal reler os motivos pelos quais agradeceu, principalmente naqueles momentos em que precisar de inspiração ou motivação para algo.

    Agradecer é muito bom! Seja grato e você valorizará mais ainda cada coisa que ocorre em sua vida! Você agradeceu hoje?

    Conte-me nos comentários se você usa ou já usou o caderno, ou se você conhece outra forma de exercitar a gratidão, compartilhe conosco!

    Até mais!

     

     

     

     

    Share Button

    Deixe uma resposta