• Administrando a Vida
  • Como usar Fluxograma em Planejamentos

    fluxograma-administrando-a-vida

    Uma ferramenta da qualidade que pode ser bastante utilizada em planejamentos e que usamos muito pouco é o fluxograma. As duas imagens acima são exemplos de fluxogramas, tecnicamente não estão totalmente corretos, mas o objetivo aqui é usar essa ferramenta do mundo das empresas nas nossas vidas pessoais. Na segunda imagem, usei propositalmente as cores da bandeira do Brasil, assim fica fácil de associar cada forma. Na simbologia do fluxograma, cada forma representa uma etapa, por exemplo: Para início e fim são usados círculos ou formas arredondadas, já para etapas onde pode haver mais de uma alternativa seguinte, usa-se o losango. Para etapas que simbolizam decisões ou ações usa-se os retângulos. Basicamente essas são as principais formas, que junto aos conectores (linhas e setinhas) formam o fluxograma. Mas o que é fluxograma?

    Fluxograma, vem de “fluxo”, basta lembrarmos do fluxo do rio, ou seja o correr do rio, por onde as águas dos rios vão percorrer continuamente. Fluxograma é o desenho do fluxo, numa definição simples. O fluxograma é utilizado para desenhar funções, considerando o passo-a-passo das tarefas a serem feitas e os possíveis caminhos para realizá-las.

    Muitas pessoas confundem fluxograma com cronograma, que já falamos aqui no post Como usar Cronograma em Planejamentos. Para quem estuda a diferença entre as duas ferramentas é até “pegadinha” em questões de provas e concursos.

    A diferença é bem sutil: O cronograma tem sua representação em forma de lista de atividades e seus respectivos prazos (crono=tempo). Já o fluxograma tem sua representação com símbolos, que são formas geométricas e setas, onde as atividades estão escritas dentro das formas e a sequência de possíveis acontecimentos estão representadas pelas setas. Apesar da sequência de atividades, ou seja, o fluxo de atividades ser cronológica, o fluxo pode passar por um caminho ou por outro caminho, dependendo da variável se.

    Tomemos o exemplo do Cronograma Capilar que já citamos aqui: as atividades estão listadas e relacionadas aos dias da semana em que devem acontecer. Mas e se no dia que estiver marcado uma hidratação e a pessoa quiser fazer uma nutrição, ela pode? Claro que pode, afinal de contas, o cronograma é dela e o cabelo é dela, não é verdade? Mas se a pessoa quis fazer outra atividade que não estava no cronograma, provavelmente algo a levou a tomar essa decisão, concorda? Provavelmente ela observou seu cabelo e viu que naquele dia o melhor a fazer seria uma nutrição, e não uma hidratação, como estava previsto, então ela fez um ajuste em seu cronograma e viveu feliz para sempre!

    O fluxograma é muito usado em empresas, principalmente nas maiores e mais departamentalizadas. Diferentemente de um cronograma capilar que é extremamente pessoal e que uma única pessoa vai usar e adaptar quando bem quiser, numa empresa um cronograma não pode ser alterado por qualquer pessoa, pois isso pode atrapalhar o andamento da empresa, o mesmo vale para o fluxograma.

    Voltemos ao exemplo do Cronograma Capilar: é possível a partir dele criar um Fluxograma Capilar, considerando além das atividades e respectivas datas de realização, os símbolos e todos os “se” que podem mudar o fluxo, que são opções de caminho para se chegar ao resultado de um cabelo bonito e saudável.

    Exemplos de se que podem ocorrer num cronograma capilar:

    • E se eu não lavar meu cabelo na data prevista por algum motivo? Um caminho: desconsidere o dia que você deixou de lavar e lave na próxima data como previsto. Outro caminho: lave assim que possível e altere as datas das próximas lavagens do cronograma. Outro caminho: Lave no dia seguinte sem falta e siga o cronograma normalmente.
    • E se estiver previsto hidratação e e perceber que o cabelo precisa de nutrição? Um caminho: Troque as atividades, fazendo a nutrição no dia da hidratação e vice-versa. Outro caminho: Troque a atividade do dia fazendo a nutrição e siga o cronograma normalmente. Outro caminho: Troque a atividade do dia e observe se no dia da nutrição é necessário fazer o previsto ou trocar pela hidratação.

    Se colocarmos os símbolos podemos montar nosso Fluxograma Capilar, porém é um trabalho desnecessário se for realizado individualmente, concorda? Afinal, cada um faz fluxogramas mentais, em todas as decisões tomadas, até nas mais simples, como decidir qual sabor de sorvete escolher diante das opções disponíveis na sorveteria.

    Portanto, o fluxograma pode sim, ser utilizado como ferramenta de planejamento em nossa vida pessoal, principalmente se ele for usado por mais de uma pessoa. No exemplo que demos da organização de um churrasco, no post Como usar Braisntorming em Planejamentos, podemos usar tanto a ferramenta cronograma quanto a fluxograma. Eu, particularmente gosto de usar o fluxograma neste caso, pois há muitas variáveis a serem consideradas, muitos “se” que podem determinar o fluxo/o andamento do churrasco e que podem até comprometer a realização do mesmo. Digo particularmente, pois já fiz esse exercício em sala de aula e deixava livre para meus alunos criarem um dos dois e dá para criar os dois!

    Se você quiser, peça nos comentários que eu posto o fluxograma capilar e o fluxograma do churrasco. O primeiro terei  criar caso alguém tenha interesse, pois já disse que uso o cronograma capilar e para mim funciona. Quanto ao segundo já tenho um modelo, já usei e funciona para mim.

    E para ilustrar o post, vou deixar um modelo de Cronograma Anticonsumo, não foi criação minha, mas gosto de usá-lo porque tem a Becky que eu adorooo (Do filme os Delírios de Consumo de Becky Bloom, já citado aqui em dicas de Filmes sobre Finanças Pessoais) e porque tem um conceito bacana de não consumismo, muito útil para qualquer pessoa, mostrando que fluxograma pode ser usado na vida pessoal sim.

    fluxograma-anti-compras
    Imagem

    E você, usa fluxograma? Me conte aqui nos comentários se você usa e em que situação!

    P.S: Caso queira um post mais técnico sobre fluxograma, explicando as demais formas que não citei aqui, é só me pedir nos comentários que eu faço, ok?

    Até mais!

     

    Share Button

    Deixe uma resposta